Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Sobre o BAvBM

logo
BavBm

SOBRE O BAVBM

Histórico resumido BATALHÃO DE AVIAÇÃO

A história do batalhão começa bem antes de sua efetiva criação. Em 6 de agosto de 1915, o então comandante-geral da BM, coronel Affonso Emílio Massot, propôs ao presidente do RS, Borges de Medeiros, a criação de uma escola de aviação. Medeiros não aceitou a ideia, alegando que o assunto era da alçada do Ministério da Guerra. Oito anos depois, o Estado enfrenta o movimento revolucionário de Assis Brasil, e Massot reapresenta o projeto, saindo vitorioso. Em 28 de maio de 1923 é regulamento o serviço de aviação da Brigada Militar.

A unidade começa a funcionar no Posto Veterinário, na Várzea do Gravataí, que pertencia a Brigada Militar  e onde hoje está localizado o Aeroporto Internacional Salgado Filho, no mesmo local onde hoje, está a sede do Batalhão de Aviação da BM. Foram adquiridos dois aviões de fabricação francesa, Breguets 14, de 300 HP.

Para pilotar os aviões foi contratado o ex-sargento-aviador do Exército Noêmio Ferraz, que hoje empresta o seu nome para a maior honraria do Batalhão de Aviação da BM. O copiloto era Osório Oliveira Antunes. Os aparelhos tiveram a identificação BM-1 e BM-2. Hoje, a designação dos aparelhos é Guapo, em homenagem a esses dois pioneiros.

O primeiro voo aconteceu em 30 de maio de 1923. Quatro meses depois, em 9 de agosto do mesmo ano ocorre um acidente fatal, onde morre Osório. O batalhão só volta a funcionar em 22 de setembro de 1989 sob a denominação de GPMA (Grupamento de Polícia Militar Aéreo). Em 14 de Abril de 2010, através do Decreto Estadual nº 47.176 a então Governadora do Estado Yeda Crussius cria o Batalhão de Aviação da Brigada Militar, o qual passa a encorporar também a Divisão

Brigada Militar